Inscrições em breve
Investimento: R$ 410,00

Que tal fotografar o Rio de Janeiro por um ângulo totalmente diferente?

A Baia de Guanabara ganhou esse nome pelos portugueses que ouviam, na lingua local Tupi-Guarani, Guanãbara, ou em português, “Seio do Mar”. Os índios viam Guanãbara como uma grande generosidade da natureza, que provinha fonte de alimentos (animais e plantas) inesgotável, além de matéria prima para suas casas, ferramentas, utensílios de uso diário, adornos e pinturas para o corpo, e tudo o mais que inventassem precisar. Era sem dúvida um lugar belíssimo e cheio de vida, com dezenas de espécies de cetáceos, centenas de espécies de aves, centenas de espécies de mamíferos, centenas de espécies de répteis, mais espécies do que poderíamos contar em 10 anos de trabalho dos atuais estudiosos do assunto. As varias espécies de baleias e várias outras de golfinhos e botos, que vinham ou que habitavam suas águas permanentemente, davam a luz e criavam seus filhotes aqui, nesse imenso manancial de vida.

Hoje a Baia continua bonita só que de um jeito diferente. Ela está assoreada por diferentes tipos de detritos e com muito menos espécies animais e vegetais, a maioria extintas para sempre. Tem agora vários municípios a sua volta e até bem distantes que determinam sua condição ambiental com a devastação das florestas, o assoreamento e poluição dos rios e diminuição da diversidade de espécies e ambientes. O comércio, a indústria e a urbanização sem critérios, estão o tempo todo transformando o conjunto de ambientes naturais que a compõem, ajudando também a modificar a paisagem, que mesmo assim atrai pessoas do mundo inteiro.

Nesta oficina estaremos aprendendo a olhar o ambiente do qual somos os principais agentes de transformação. Junto com a prática da fotografia, também experimentaremos o contato com a natureza e sua fantástica capacidade de esperar por condições favoráveis! Durante as aulas teóricas e a prática, o aluno irá desenvolver e descobrir suas aptidões para retratar sua própria visão sobre diferentes temas.

Convidamos vocês para ver isso de perto e se maravilhar com a força da natureza!

Inclui:

Aula preparatória: Técnica de composição, enquadramento, fotometragem, equipamento.

Aula prática: Velejada pela Baía de Guanabara, passando pelo forte de São João, Fortaleza de Santa Cruz, Forte da laje, Museu de Arte Contemporânea em Niterói (MAC), Ilha Fiscal, Ilha das Cobras e Urca.
A bordo: lanche com frutas, mate/refrigerante e água.

Aula de avaliação das fotos: data a combinar.

Saiba Mais Aqui. Você pode se inscrever em nossos Passeios Fotográficos de qualquer Aula Prática da Trilharte!

Atenção: Para o início das aulas é necessário o mínimo de 5 alunos. Caso não seja atingido o quórum, este deve ser remarcado para a data mais próxima possível, seguindo a programação semanal e iniciado assim que o mínimo se confirme.

Detalhes

Próxima Turma Em breve
Aula Preparatória Em breve
Local de Encontro Marina da Glória, no Veleiro Gandaia
Investimento R$ 410 (R$50,00 de desconto até uma semana antes da data de início.)
Observação Você também pode pagar a taxa de matricula pelo pagseguro ou na Trilharte e garantir o seu desconto no valor final.

Veja os "Termos e Condições Gerais"